Eletroneuromiografia
Busca Neurocare
Menus do Site
 
 
Eletroneuromiografia

 
  1.  
  2.  
O seu médico solicitou um teste chamado eletroneuromiografia (EMG). EMG significa falando em uma linguagem mais simples, um teste elétrico para avaliar os nervos e músculos, até a coluna cervical, lombar ou sacral. Em muitos casos, avaliamos inclusive o sistema nervoso central.
O EMG é executado por um especialista, o eletromiografista, que é geralmente um neurologista ou um fisiatra. Partes do teste podem ser executadas por um técnico especialmente treinado. É um procedimento que não exige a hospitalização. Este exame é realizado atualmente com equipamentos computadorizados de grande capacidade resolutiva.
 
Em média, um EMG toma em q Em
Em média, uma EMG pode demorar em torno de 15 minutos à 40 minutos, dependendo da solicitação do médico e da razão pela qual o exame está sendo realizado. Caso seja necessário um tempo maior, recomendamos que o exame seja dividido em duas partes. Pode ser feito a qualquer hora durante o dia e, com poucas exceções, não exige nenhuma preparação especial.
As orientações para a realização do exame se encontra no item informações aos pacientes

Às vezes EMGs é confundido com um tipo de acunpultura. Isto não é verdadeiro; um EMG é somente um exame complementar e não um tratamento.

Quais são as indicações para se realizar uma eletroneuromiografia?

EMGs é requisitado geralmente quando os médicos suspeitam que o paciente possa ter problemas com seus músculos ou nervos. Um EMG pode ser requisitado para avaliar se você tem um nervo comprimido, por exemplo. Se você tem sensação de dormência, formigamento, dores ou fraqueza em seus braços ou pés, um EMG pode mostrar se você tem um comprometimento de algum nervo.
A fraqueza dos músculos ou cansaço pode ser indicativa da doença do nervo ou do músculo e exigir uma EMG. Há muitos outros problemas médicos que podem sugerir a necessidade para a realização de uma EMG. Se você tem quaisquer dúvidas a respeito o do porque você precisa este teste, pergunte antes ao seu médico.
 

Neuropatias compressivas

Mediano (Sindrome do túnel do carpo)

Polineuropatias periféricas

Plexopatias

Mononeuropatias Traumáticas

Paralisias Faciais

Miastenia Gravis

Síndrome de Eaton-Lambert

Dermatomiosite

Polimiosite

Esclerose Lateral Amiotrófica

Plexopatias

Radiculopatias

Polineuropatias Axonais (Alcoólica)

Miopatias
A EMG também está indicada para avaliação de movimentos involuntários, por exemplo tremores, distonias, entre outros.

A partir das primeiras horas de vida. Não há limitações em relação a idade.

O teste consiste em duas partes, embora às vezes uma possa ser feito sem o outro. A primeira parte é chamada estudos de NEUROCONDUÇÃO. Nesta parte alguns breves choques elétricos são aplicados no seu braço ou na perna, para determinar como seus nervos estão conduzindo a corrente elétrica e conseqüentemente em que condições eles se apresentam.

Vamos simplificar, pense nos nervos como um fio elétrico. Se você quer ver se o fio está funcionando corretamente, a coisa a mais fácil a fazer é testar a eletricidade através dele. Se há algum problema ao longo de seu comprimento, você saberá, por exemplo, se a lâmpada demorar a acender ou não acender de todo.

Para fazer este, o eletromiografista irá aplicar um choque elétrico (tolerável e seguro) e obter a resposta através de eletrodos colados na sua pele.

Quando isto acontecer, você sentirá uma sensação que nós chamamos de “prim-prim”, por que é exatamente isto o que o paciente sente. Entre os breves choques você não sentirá a dor. Porque há diversos nervos em cada extremidade que precisam ser testados, o procedimento é repetido em cada extremidade estudada. A quantidade de corrente entregada é mantida sempre a nível seguro.
 
Os pacientes que portadores de marca-passo não realizarão esta fase do exame, devido ao risco mínimo, mas possível de descarregar a bateria por exemplo. Só é realizada a fase de neurocondução em pacientes com marca-passo, quando o cardiologista autorizar por escrito, que o equipamento em uso no determinado paciente não sofrerá alterações com as descargas elétricas. A fase de eletromiografia propriamente dita, com o eletrodo de agulha será realizada normalmente.

Durante o estudo de condução do nervo, o médico ou o técnico que executam o estudo ocasionalmente estarão parando para fazer cálculos e medidas.

A segunda parte do teste é chamada ELETROMIOGRAFIA, propriamente dita e como o nome implica, envolve um eletrodo de agulha. Os eletrodos de agulha usadas são finas e principalmente descartáveis.
Esta parte testa o músculo para considerar se houve algum dano a ele em conseqüência do problema do nervo ou se a doença envolve o próprio músculo. Geralmente 4 a 6 músculos são estudados por extremidade. A agulha é introduzida geralmente no músculo relaxado, isto é em repouso, e no interior movido delicadamente a fim gravar a atividade de músculo. Quando isto é feito, você poderá ouvir o som da atividade de músculo amplificada pela máquina do EMG; soará algo como a estática de rádio.

A parte dolorosa desta seção é quando a agulha é introduzida primeiramente através da pele uma vez que os receptores da dor são posicionados nesta área. Uma vez dentro do músculo, a sensação é percebida geralmente um incômodo ou uma pressão.

Durante o exame da agulha, nenhum choque elétrico é aplicado, mas em alguns casos estes são necessários.

Uma vez que a ponta da agulha é usada aqui somente como um eletrodo, nenhuma injeção é dada através da agulha no músculo.
Teoricamente sim. Mas há certos locais no qual não há uma técnica adequada para acessar determinado nervo.
Existem técnicas especiais para locais como a laringe, esfincter anal e uretral.

Posso continuar as minhas medicações antes do exame?

Com poucas exceções, você pode continuar a tomar a medicamentação prescrita por seu médico como requisitado, sem este que interfira com a EMG. Entretanto, se você está tomando um anticoagulante oral (Marevan®), você deve avisar o nosso eletromiografista uma vez que nesse caso, a agulha do teste pode causar o sangramento dentro do músculo.

Igualmente, se você está em uso de qualquer medicamentação para a miastenia gravis tal como Mestinon ou outros, sua medicamentação pode interferir com o teste, assim você deve igualmente nos notificar.

Se você tem quaisquer dúvidas sobre outras medicamentações que você estiver tomando, comente com o eletromiografista antes de realizar o exame.
 

Posso pedir alguma medicamentação para dor?

Não é necessário, uma vez que o exame é tolerável.

Em crianças, há sempre a solicitação dos pais para que se realize a sedação.

Não é recomendada sedação, primeiro pelos riscos e segundo porque para estudarmos os músculos necessitamos de movimentação da criança
Quanto tempo demora para receber os resultados?

O prazo de entrega é de cinco dias úteis, entretanto havendo a necessidade de antecipar o exame é só pedir ao médico eletromiografista.

Em regra gerais quanto mais áreas que você precisa ser estudado, mais o teste custará.

As maiorias dos seguros cobrem EMGs, mas o seguro terá que liberar uma guia autorizada antes que se possa realizá-lo.

Sempre procurar saber antecipadamente se você necessitará de uma guia autorizada.

Tecnologia Site Inteligente Home : Contato : Mapa do Site